Fato este já discutido e debatido por filósofos e pensadores contemporâneos, a idade cronológica realmente não perdoa seu pensamento atrasado. Mas por princípios e sentimentos, é possível viver no mundo dos 20 e poucos ainda. Afinal de contas, quando me dizem há 10 anos, teimo em pensar nos anos 90 e não no ano de 2006, onde ouvia muito The Black Eyed Peas.

Contextualização a parte, parece que muitos diretores e produtores andam sofrendo dessa síndrome da “não idade definida” e apresentam neste final de ano e início do próximo uma leva de filmes que fazem a gente pensar : “Pera ai, eu já vi esse filme?”, ou “Eu conheço essa história!”. Sem julgamento de escolha por idade, quero apenas levantar o propósito de tantos filmes nos trazem uma nostalgia boa e nos deixarem com aquele gostinho – vendo os trailers – que não temos 30 anos (ainda!). Dá só uma olhada no que vem por ai…

Doutor Estranho – Com um dos melhores atores atuais Benedict Cumberbatch – que fez o brilhante Alan Turin no premiado Jogo da Imitação – o filme tem um mundo bem parecido com o dos sonhos do Leonardo Dicaprio em A Origem. A história vem da franquia MARVEL que só acumula milhões em suas bilheterias.

Rogue One – Uma História Star Wars – Em seu elenco principal tem a Felicity Jones que fez A Teoria De Tudo, mas na minha humilde opinião, brilhou mesmo em um recente filme com o Ralph Fiennes chamado O Nosso Segredo (romance de época). Quem também está no filme é o todo poderoso Forest Whitaker, que dentre tantos papéis incríveis fez O Último Rei da Escócia e O Mordomo da Casa Branca.

Assassin’s Creed – Quem nunca jogou que atire a primeira pedra? E olha que ele já figura entre os nossos jogos preferidos há anos (nunca aprendi, mas gostava!). O papel principal é do cara que fez X-Men Apocalipse Michael Fassbender (sim é alemão!) e a elegantérrima Marion Cotillard.

John Wick – Um Novo Dia Para Matar – Meu povo, qualquer filme com Keanu Reaves faz a gente se sentir bem não é mesmo, ou você não cresceu fazendo aquela cara de espanto quando ele desviava das balas em Matrix.

Logan – Mesmo caso do Keanu Reaves, faz a gente se teletransportar para um mundinho único e só nosso onde o tempo não passa e nosso grande herói é o Wolverine (Hugh Jackman). Segundo notícias da web, esse vai ser o último Wolverine do ator.

Obs: Não assimilei muito bem um 007 sem Daniel Craig e um Wolverine sem Hugh Jackman.

#nosfalamos

Fonte: vida-estilo.estadao/adorocinema